Dicas para acompanhar o ensino à distância do seu educando

Por Ana Revés em

Estes são tempos novos para todos. É uma situação difícil para crianças e adolescentes, mas também para encarregados de educação. Como tal, é necessário definir estratégias que lhe permitam uma melhor adaptação a esta realidade que vivemos. 

Por isso, seguindo os conselhos do Ministério da Educação decidimos deixar-vos aqui 10 dicas e várias sugestões para o acompanhamento do ensino à distância em tempos de Covid-19.

1. Garanta que o horário que a escola estabelece é cumprido

  • Conheça o horário que a escola estabeleceu para aulas online.
  • Em conjunto com a sua criança/jovem, elaborem um novo horário escolar com as novas obrigações e coloquem-no num local de destaque aí em casa. É fundamental que o horário também tenha momentos de pausa.
  • Coloquem um lembrete no telemóvel quinze minutos antes de as aulas começarem.

2. Pergunte todos os dias o que foi feito

  • Estabeleça diariamente uma comunicação ativa com o seu educando e procure saber como correram as aulas e o que fez. Assim, estará sempre a par da matéria dada.

3. Verifique se todos os trabalhos propostos são realizados

  • Elogie os sucessos e conquistas da criança/jovem. O reforço positivo é essencial para garantir a sua motivação.
  • É importante supervisionar se os trabalhos foram realizados e também se foram enviados na data prevista para o professor.

4. Ajude a identificar as dúvidas para colocar aos professores

  • Se for possível, colabore com o seu educando na realização dos trabalhos. Assim, será mais fácil identificar as dúvidas que a criança/jovem apresenta e expô-las ao professor.
  • Atenção, colaborar nos trabalhos e acompanhar o estudo não é fazê-los ou estudar por ele(a). Pretende-se apenas que os monitorize!

5. Mantenha contacto com os professores e diretores de turma

  • É importante manter contacto com os professores e diretores de turma do seu educando. A criança/jovem também se sentirá mais segura(o) desta forma.

6. Lembre-se que os alunos não estão de férias

  • É importante relembrar as crianças/jovens que estão em período escolar e que apenas o ensino está a decorrer de forma diferente.
  • Defina um local de estudo, sem distrações por perto.
  • É muito importante continuar a estabelecer horários e rotinas.

7. Aproveite os tempos livres entre as aulas para que haja leitura

  • A leitura traz muitos benefícios: desenvolve a atenção, a concentração, o vocabulário, a memória e o raciocínio. Estimula a curiosidade, a imaginação e a criatividade. 

8. Aproveitem para visitar museus e exposições online

  • As Câmaras Municipais têm sugestões nos sites e os museus também. Aproveitem para conhecer e explorar sem sair de casa!

9. Pratiquem atividade física em casa

  • A prática de exercício físico é muito importante para garantir uma vida ativa e saudável. Aproveite as brincadeiras que faziam parte da sua infância e ensine-as ao seu educando. Os jogos tradicionais, jogar à apanhada, saltar à corda ou jogar à macaca são sempre uma boa opção.
  • Para os jovens, existem vários treinos alternativos na internet que o podem ajudar a manter-se ativo. Procurem e façam juntos!

10. Quando não conseguir ajudar, peça ajuda e colabore com a escola

  • Nem sempre é possível acompanhar as exigências da escola e dos professores, por isso, não se culpabilize. As matérias da escola mudaram muito nos últimos tempos. Então, não tenha problemas em pedir ajuda sempre que precisar. Os professores agradecem.

Assista aqui ao vídeo que o Ministério da Educação lançou. Siga os conselhos e as nossas sugestões!