Quando devemos procurar um Terapeuta da Fala?

Muitas pessoas associam a Terapia da Fala apenas ao ato de falar, mas é muito mais do que isso.

O seu campo de atuação é bastante mais abrangente e incide sobre a comunicação, linguagem oral e escrita, articulação, voz, fluência, motricidade orofacial, bem como os próprios atos de mastigar e engolir.

Quando suspeitamos que a criança poderá ter algum tipo de dificuldade, devemos procurar a opinião de um Terapeuta da Fala, mesmo antes de esta começar a falar! Quanto mais cedo as dificuldades forem identificadas, mais precocemente serão trabalhadas de modo a que haja uma prevenção de problemas que podem comprometer uma aprendizagem saudável e um desenvolvimento normal.

Neste sentido, é fundamental que os pais estejam atentos a um conjunto de sinais de alerta, como por exemplo:

  • 0 – 6 meses: não sorri, não estabelece contacto ocular, não reage a estímulos sonoros;
  • 6 – 12 meses: deixa de produzir sons, não reage ao seu nome, não reage a sons familiares;
  • 12 – 18 meses: não usa palavras isoladas, não reage quando brincam consigo;
  • 18 – 24 meses: não responde a ordens simples, tem um vocabulário reduzido a 4/6 palavras;
  • 2 – 3 anos: não combina duas palavras para formar frases;
  • 3 – 4 anos: o seu discurso é difícil de ser compreendido pelos outros, usa mais gestos do que palavras para se expressar;
  • 4 – 5 anos: omite e/ou troca alguns sons nas palavras, não conta o seu dia-a-dia;
  • 5 – 6 anos: utiliza frases mal estruturadas, pronuncia mal as palavras, tem um discurso sem conteúdo;

Podem ainda manisfestar-se as seguintes dificuldades,

  • Apresenta bloqueios, repetições e prolongamentos de sons, sílabas ou palavras;
  • Apresenta voz rouca ou nasalada;
  • Respira maioritariamente pela boca (respirador oral);
  • Tem dificuldades na mastigação e deglutição de alimentos;
  • Tem dificuldades ao nível da leitura e da escrita.

Posto isto, não é a idade que vai definir a procura de um terapeuta da fala, mas sim as dificuldades que a criança possa apresentar.

Estamos disponíveis para esclarecer as suas dúvidas e oferecemos ainda um rastreio gratuito.

ip@apexa.org | 289 561 637 | 960 172 730

Saiba mais sobre a Terapia da Fala em www.apexa.org/terapiadafala