Em Janeiro o país não falou de outra coisa a não ser a chamada do professor Marcelo para a Cristina no seu novo programa, por cá estávamos mais focados na Escola Secundária de Albufeira onde se desenrolou a 7ª edição das Olimpíadas Adaptadas. Desenvolvendo-se aí atividades desportivas com os alunos da escola, as quais não estavam de todo habituados a praticar, tais como o futebol paralímpico, o futebol para cegos, voleibol sentado, polybat, golfe adaptado, bócia ou gol ball. Ainda tivemos tempo de levar até Odemira o nosso creative bootcamp e o projeto Agitar para refletirmos e propormos ideias para o isolamento social.

Chegado o Fevereiro e com ele o nosso pró-vida superava com dois meses de antecedência todos os objetivos propostos no treino de autonomia dos nossos utentes. E de caminho víamos os nossos meninos competir no cross das amendoeiras e preparavamos os nossos desfiles de carnaval na Guia e em Armação de Pêra enquanto fomos a silves comer umas laranjas na festa da laranja.

Em Março o país estava doido com o Hat-trick do Ronaldo contra o Atlético de Madrid e nós a fazer teatro em Silves com o Projeto FLAMINGO, a limpar os confétis do carnaval e a arrumar na prateleira os troféus da gala do desporto de albufeira.  Comemoram-se 519 anos sobre a partida de Pedro Alvares Cabral de Lisboa, mas quem é que quer saber disso o que importou para nós foi o Open Day da APEXA que comemorava esse sim um Aniversário Importante! 16 Anos de APEXA e digamos sem modéstia que 16 anos depois, o Algarve está bem melhor. A provar isso e a fechar o mês a primeira grande notícia do Ano, a APEXA ia de facto expandir-se para Lagoa, o concelho precisava, e nós arregaçamos as mangas e fomos! Nasceu o projeto Lacus. E nasceu também o primeiro jardim sensorial do algarve, a nossa sala de terapias ao ar livre começava a sair do papel para a terra.

Em Abril águas mil mas ainda assim Notre-Dame ardeu, o que não ardeu foi a nossa vontade de fazer mais e melhor, promovemos logo no dia 1 de Abril a nossa Marcha pelo Autismo, e não foi mentira nenhuma, foi mesmo uma verdade boa, quando esgotámos pelo segundo ano consecutivo o nosso espetáculo de Stand-up Comedy Solidário. Mas o que é isto ao pé do passo de gigante que foi criar e realizar o Primeiro Campeonato Regular de Futebol Adaptado? A Liga futebol pela inclusão nasce com o empurrão da Fidelidade e de Muita gente boa. Assim a liga aconteceu.

Chegando a Maio, o Benfica é Campeão, o Futebol da APEXA sobe de divisão com o TIFA a ganhar uma nova data em Setembro e com a apresentação do projeto de Golfe Adaptado da APEXA, vamos aos Salgados mostrar que também queremos aprender a dar tacadas. No entretanto Game of Thrones chega ao fim, e spoiler alert, ela morre no fim.

Para o início do verão em Junho, fomos participar pela primeira vez na International Algarve fair e espalhar amor em Lagoa, no entretanto Portugal vencia a Liga das Nações e nós estávamos a discutir propostas e projetos inovadores na área da saúde mental, no seminário organizado pela Associação Lilás em portimão.

Julho arranca com o Programa de Férias do Lucas, o nosso campo de férias para pessoas com deficiência no Algarve acontece já há 14 anos, e resolvemos começar logo em grande com uma visita ao estádio da Luz, mas como a APEXA não tem clube e só joga pelo lado da Inclusão, fizemos a entrega de prémios da Liga Futebol pela Inclusão no intervalo do Porto Fulham, no estádio municipal de albufeira, e até aparecemos na sporttv. Houve claro tempo para mergulhos e visitas temáticas.

Num Agosto escaldante pelo mundo, nós nem tivemos tempo para respirar porque o nosso arraial de verão não se fez sozinho. Entre as férias e o calor, chegámos aos 5000 gostos no facebook e ganhámos o Prémio Futebol Para todos da Federação Portuguesa de Futebol outra vez, em 2018 foi o nosso TIFA, agora era a Sinérgica Liga Futebol Pela Inclusão, que em 2020 vai atingir 5 distritos a sul do Tejo, o nosso projeto pequenino, no ano que vem, vai ocupar só metade deste país. Pouca coisa portanto…  

Setembro foi o mês da revolução! Ganhámos um projeto Gigante que vamos guardar em segredo mais uns dias mas que vai mudar todo o paradigma do trabalho com pessoas excepcionais. Foi também o mês em que descobrimos que o nosso RIA – Reabilitar e Intervir no Autismo era um dos vencedores do BPI Capacitar, e ainda ficámos a conhecer o Lucas, não, não era a nossa mascote mas sim o nosso bolo feito de Amêndoa com Amor e muito trabalho à mistura. No final rematámos o mês em beleza com o 12º TIFA – Torneio Internacional de Futebol Adaptado e com direito a presença do Benfica e tudo. Ainda tivemos tempo de ir até à alemanha ver inovação e reabilitação na maior feira de Reabilitação da Europa em Dusseldorf.

Por Outubro tivemos a comemoração do dia da Saúde mental com consultas gratuitas e o Dia da Terapia Ocupacional. Houve Eleições Legislativas em Portugal e no FLAMINGO, além dos habituais clubes e tertúlias das sextas à tarde, continuamos os ensaios da nova peça, enquanto decorrem também ao longo da semana as oficinas criativas, as sessões terapeuticas e de saúde, aulas TIC e de alfabetização, não esquecendo claro o Desporto Inclusivo.

Chega-se Novembro e com as castanhas assadas vem a presença no 3º Congresso de Parentalidade Consciente que reverteu na totalidade para a APEXA, vem ainda a notícia fresquinha da REN, o Pescador de Sonhos Vence a 2ª edição do Prémio Agir e agora os sonhos são ainda mais fáceis de pescar.  

Este Dezembro foi um verdadeiro turbilhão de emoções, enquanto o país estava todo à espera da Greta, nós estávamos no mesmo dia a fazer história. Com a Inauguração do Centro de Desenvolvimento Pessoal do Projeto Lacus e a Co-organização com a GNR do mega evento do dia da deficiência, logo no dia a seguir estávamos com a mesma GNR a mandar parar esses infratores morais que estacionam mal. Na mesma semana refrescámos a cabeça no TORNADA – Torneio Regional de natação adaptada. Hoje resta-nos sonhar ainda mais com um futuro risonho porque na segunda semana de dezembro foi finalmente assinado o documento que vai fazer nascer o Novo Espaço Ágora! Um espaço agregador de novos projetos para a deficiência, incubadora social, novo espaço verde e de espetáculos em albufeira e muito muito mais.

Somos pequenos? Talvez… mas temos o coração grande, porque a Inclusão é Para Todos! E 2020 vai ser o ano em que vamos fazer da Excepção a Regra!