Regresso às aulas | Medidas preventivas COVID-19

Por APEXA em

Setembro é, para muitas crianças e adolescentes, o mês do regresso às aulas. E este ano com um novo desafio pela frente: o coronavírus! Depois de muitos meses em casa é hora de rever os colegas, os professores, os funcionários… e para isso é necessário ter alguns cuidados.

Tendo em vista a diminuição da propagação do novo coronavírus, a Direção-Geral da Saúde publicou algumas medidas preventivas para a escola, nomeadamente:

– Os alunos devem ser organizados em grupos e manter esta organização ao longo de todo o período que permanecem na escola;
– Este grupo deve ter, na medida do possível, horários de aulas, intervalos e refeições organizados de forma a evitar o contacto com outros grupos;
– O pessoal docente e não doente e os alunos devem respeitar as regras de segurança e de distanciamento físico de 2m;
– A cada grupo deve ser atribuído, na medida do possível, uma zona da escola;
– Devem ser definidos circuitos de entrada e saída da sala de aula para cada grupo, de forma a impedir um maior cruzamento de pessoas;
– Cada sala de aula deve ser, sempre que possível, utilizada pelo mesmo grupo de alunos, de acordo com a dimensão e características da escola;
– O distanciamento físico deve ser mantido durante os intervalos;
– A sala de aula deve garantir uma maximização do espaço entre alunos e alunos/docentes, garantindo o distanciamento físico de 1,5/2m;
– As mesas devem ser dispostas o mais possível junto das paredes e janelas, de acordo com a estrutura física das salas de aula;
– As mesas devem estar dispostas com a mesma orientação, evitando uma disposição que implique alunos virados de frente uns para os outros;
– Deve privilegiar-se uma renovação frequente do ar, preferencialmente com as janelas e portas;
– Os portões devem estar abertos para evitar o toque frequente em superfícies;
– No acesso ao recinto, todos devem usar máscara;
– Os horários devem ser desfasados entre as turmas.

Fonte: Direção-Geral da Saúde

Um excelente ano escolar a todos e com muita saúde!

Até breve,
Rita Sousa | Terapeuta Ocupacional