APEXA Desporto

ATIVIDADES

1 – Âmbito

1.1 – O Quê?

O projeto desporto adaptado foi concebido com o objetivo de proporcionar modalidades desportivas para pessoas com e sem deficiência, concebendo um meio muito benéfico a nível social e humano e, no caso das pessoas com deficiência, converte-se num hábito saudável para a ocupação dos tempos livres, promovendo a interação e integração na comunidade através do Desporto Adaptado. 

Os objetivos estratégicos a que nos propusemos foram os seguintes:

1. Melhoria do estado global da saúde, através de atividades como os treinos regulares de desporto adaptado, as aulas individuais de desenvolvimento físico e potencialização do desporto comunitário. Ambas atividades desenvolvem na generalidade o bem-estar físico, psicológico e social, apresentando ainda assim distintos objetivos específicos para cada uma das atividades, pois os conteúdos trabalhados diferem para atingir o mesmo fim. Este objetivo estratégico foi o mais trabalhado, dispondo do maior número de realizações práticas e do maior número de horas realizadas. 

2. Crescimento da Sensibilização na Comunidade, através de organizações de eventos desportivos e da potencialização do desporto comunitário, promovendo a prática desportiva num contexto de inclusão e sensibilização junto da comunidade sobre a igualdade de oportunidade e o direito à acessibilidade. 

De reforçar que o não de 2021 foi bastante condicionado devido à pandemia, afetando toda a dinâmica de trabalho que vinha a ser realizada, modificando assim alguns objetivos delineados e alterando o planeamento inicialmente estipulado.

 1.2 – Porquê?

O Desporto é um conceito determinante no mundo global, onde a sua prática traz benefícios a todos os níveis, possibilitando o atleta com deficiência ter, assim, a oportunidade de testar os seus limites e potencialidades, aumentar a sua autoestima, prevenir danos secundários à deficiência, desenvolver a condição física, aumentar a segurança e a autoconfiança, potencializar o desenvolvimento cognitivo, comunicativo e a qualidade de vida.  O desporto para pessoas com deficiência tem sofrido um franco desenvolvimento nos últimos trinta anos, devido principalmente ao aumento da sua notoriedade e consequente aumento do número de pessoas com deficiência que praticam desporto. Ainda assim é de salientar que a INE, em 2019 regista que cerca de 2/3 da população com 15 e mais anos não praticou qualquer exercício físico (65,6%), sendo aquela proporção maior para as mulheres e crescente com a idade: 40,3% dos mais jovens (15 a 24 anos) e mais de metade (57,5%) no grupo etário imediatamente a seguir (25 a 34 anos) não praticaram exercício físico em 2019. Acrescentar a esta informação, e não menos importante, segundo o Inquérito Nacional de Saúde, em 2019, mais de metade da população com 18 ou mais anos (53,6%) tinha excesso de peso ou obesidade.

Neste sentido, a APEXA não fica indiferente a esta realidade, e portanto dentro do seu raio de ação geográfico, maioritariamente nos concelhos de Albufeira, Silves e Lagoa, proporciona o desporto adaptado e atividade física desportiva, aos beneficiários nestes concelhos, apresentado os mesmos mais de 18 nãos e, portanto, já não estando incluídos numa entidade educativa estrutural, maioritariamente dos beneficiários apenas tem oferta desportiva através da APEXA, demonstrando a influência desta na qualidade de vida dos utentes.

1.3 – Como?

O desporto Adaptado consiste na intervenção especializada em pessoas com deficiência, com vista à reabilitação, ao aumento das capacidades físicas, ao desenvolvimento de hábitos de vida saudáveis e integração social. Todas as pessoas com algum grau de incapacidade podem praticar desporto, desde que as atividades desenvolvidas sejam adaptadas às características dos mesmos.

As atividades desenvolvidas no âmbito desportivo vão de encontro aos utentes, à família e à comunidade. Portanto, realizamos atividades desportivas regulares em grupo, com vista à melhoria do estado global de saúde e qualidade de vida, e sessões de treino individualizadas com vista ao desenvolvimento motor, como também à melhoria do estado de saúde. 

As atividades desenvolvidas à comunidade através de ações e eventos desportivos foram fortemente afetadas pela pandemia, obrigando adiar os eventos para outras datas no próximo não, comprometendo as metas a que nos propusemos atingir. 

 2 – Stakeholders

2.1 – Quem são?

Estando o projeto de desporto adaptado incorporado na missão da APEXA, pois esta visa desenvolver respostas adequadas à inclusão da pessoa com e sem deficiência, promovendo o direito à igualdade de oportunidades e à melhoria da qualidade de vida, ambicionando resolver os problemas de cada individuo e assumir também a responsabilidade sobre a sociedade, chegando assim a beneficiários indiretos e à comunidade. 

Os utentes são os agentes principais na intervenção desportiva, pois de forma direta beneficiam das atividades desenvolvidas, inserindo o Desporto nos vários projetos da APEXA, chegando assim a vários tipos de população, tal como a utentes com deficiência (autismo; síndrome de down; intelectual) e sem deficiência (utentes em risco de exclusão social). Não menos importante é a comunidade, pois tem um papel importante numa sociedade mais inclusiva, envolvendo-a assim na missão e nos valores da APEXA. 

  • Crianças com deficiência: Crianças e Jovens com transtorno no espectro do autismo, inseridas no Projeto Ria – Reabilitar e Intervir no Autismo, residentes do concelho de Albufeira, beneficiam de um acompanhamento especializado no qual o Desporto Adaptado se insere, contribuindo a par de outros objetivos complementares, o desenvolvimento da autonomia e motora.
  • Adultos(as) com deficiência: Adultos(as) com deficiência Intelectual, motora, visual e trissomia 21, inseridos(as) no Projeto Pró-vida e Lacus, residentes no concelho de Albufeira, Lagoa e periferias, no qual beneficiam de atividades desportivas adaptadas, promovendo a melhoria do estado global da saúde e integração na sociedade através do desporto. 
  • Séniores: Adultos sem deficiência, inseridos no Projeto Flamingo, residentes no concelho de Silves, têm respostas a situações de isolamento social e de desfavorecimento, no qual o Desporto é uma resposta às necessidades desta população, beneficiando de atividade física desportiva, através das sessões de desporto no projeto.
  • Crianças e Jovens sem deficiência: Crianças e Jovens, dos 6 aos 18 nãos, sem deficiência, inseridas no projeto Pescador de Sonhos, residentes no concelho de Albufeira, atuando assim junto de crianças em risco de exclusão social, e no qual o desporto tem uma promoção importante nas crianças, e deste modo APEXA proporciona atividades desportivas físico-motoras junto das mesmas. 

Principal Parceiro – Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) – Principal parceiro para a realização do Desporto na APEXA, facultando apoio financeiro e organizacional, contribuindo para a concretização dos projetos desportivos e prática das atividades/modalidades desportivas adaptadas auferidas pelos utentes. 

Parceiros Institucionais – Entidades Desportivas como clubes, associações e federações ( F.P.Futebol, Football4All; F.P.Golfe; Clube Acro Al-Buhera) trabalham em parceria para com APEXA, no intuito de ajudar e  complementar os projetos desportivos desenvolvidos pela APEXA, proporcionando ajuda nos vários setores, como financeiro, organizacional, rede contactos, material, entre outros. 

Parceiros Sociais (Patrocinadores) – Parcerias Sociais como autarquias, federações, empresas (Câmara Municipal de Albufeira e Lagoa, Fidelidade, F.P.Futebol) tornam possível a realização das atividades desportivas na APEXA, facultando ajuda através da cedência de instalações desportivas, como no material para a prática desportiva, entre outros apoios logísticos e financeiros para a realização sustentável

das atividades desportivas. 

2.3 – Identificação de Grupos e Segmentos de Stakeholders

Grupos de Stakeholders SegmentosCaracterização Relação com o Projeto 
Utentes c/DeficiênciaCrianças e JovensCrianças e Jovens com transtorno no espectro do autismo. Apresentam dificuldade de comunicação e nas interações sociais, podendo apresentar ainda padrões de comportamento, interesses e atividade fora do habitual. Beneficiários Diretos das atividades de desporto realizadas, junto ao projeto RIA, com vista ao desenvolvimento das capacidades e habilidades motoras. Crescimento com mais soluções motoras e com maior auto-conhecimento corporal. 
 AdultosGrupo de adultos heterogéneos, com vários tipos de deficiência, como: Intelectual; Motora; Visual e Trissomia 21. Beneficiários Diretos das atividades de desporto realizadas, junto ao projeto Pró-vida e Lacus, com vista ao desenvolvimento físico e à melhoria da saúde. Aprendizagem e manutenção da prática de modalidades adaptadas.
Utentes s/DeficiênciaCrianças e JovensCrianças e jovens, dos 6 aos 18 nãos, de diferentes nacionalidades e descendências.  Beneficiários Diretos das atividades de desporto realizadas, junto ao projeto Pescador de Sonhos, com vista ao desenvolvimento das capacidades motoras e emocionais, através de uma prática desportiva coletiva.
    AdultosAdultos com mais de 60 nãos, que apresentam vulnerabilidade na mobilidade e na força, apresentando um estilo de vida sedentário e solitário.  Beneficiários Diretos das atividades de desporto realizadas, junto ao projeto Flamingo, com vista à melhoria do estado de saúde, no qual abrange o aspeto físico e mental. 
  Principal Parceiro   Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Plano Nacional Desporto para Todos – apoiar programas de desenvolvimento desportivo que promovam a generalização da prática desportiva de âmbito informal, recreativa ou competitiva (não federada), entendida como uma atividade determinante na formação e no desenvolvimento integral dos/as cidadãos/ãs e da promoção da inclusão pelo Desporto.
  Parceiros Institucionais  Clubes  Clube Acro Al-Buhera; Guia F.C; FCFerreiras. Disponibilizam, recursos, serviços, instalações e apoio logístico, para a concretização dos projetos desportivos, tal como a Ginástica Acrobática Adaptada. 
   Associações e Federações  Football4All; F.P.Golfe; Imortal D.C; GdLagoa; EDGA. Disponibilizam, recursos, serviços, instalações, apoio logístico e informações relevantes para a concretização dos projetos desportivos, tal como o Tifa. 
 Parceiros Sociais  AutarquiasCâmara Municipal de Albufeira e Lagoa, Doam dinheiro, materiais ou equipamento para a realização das atividades desportivas, juntos dos projetos da APEXA. 
 Federações F.P.Futebol Doa dinheiro, material ou equipamento para realização de eventos desportivos, tais como a Liga de Futebol pela Inclusão. 
 Empresas Fidelidade; Nau Salgados Doam dinheiro, materiais ou equipamento para a realização das atividades desportivas, juntos dos projetos da APEXA e dos Eventos Desportivos.

2.4 – Beneficiários Diretos e Indiretos

Diretos

Os beneficiários diretos são os agentes principais na intervenção desportiva, pois beneficiam de forma direta das atividades desenvolvidas pelo Desporto nos vários Projetos da APEXA, chegando assim a vários tipos de população, tal como a utentes com deficiência (autismo; síndrome de down; intelectual) e sem deficiência (utentes em risco de exclusão social). Deste modo o desporto na APEXA abrange um basto número de utentes no Distrito de Faro, promovendo o desporto nas várias faixas etárias, bemora com maior predominância em adultos, e com deficiência.   

Indiretos

Os beneficiários indiretos quanto à intervenção desportiva são os elementos do agregado familiar do utente, sendo estes os que rodeiam o utente no seu dia-a-dia, podendo chegar a outros intervenientes que não só os familiares, como outros técnicos envolvidos no processo, tais como os técnicos inseridos nos vários projetos, e outros elementos externos como Técnicos da Escola, no que se refere às crianças e jovens.  

3 – Realizações

2.1 – Grupos de Atividades

Visto que o Desporto é parte integrante dos projetos na APEXA, as atividades vão de encontro ao projeto e ao grupo-alvo, apesar dos objetivos do desporto adaptado terem o mesmo âmbito, as intervenções técnicas foram distintas, pois os grupos são diferentes e como tal, foi necessário adaptar as atividades. As atividades de uma formal global dirigem-se para as modalidades desportivas adaptadas, para o desenvolvimento físico e motor. 

Grupo 1 – Modalidades Adaptadas

As atividades das modalidades adaptadas, como futebol adaptado, ginástica adaptada, boccia e pollybat, tiveram como resultado o desenvolvimento do espírito de grupo, desenvolvimento das capacidades físicas, na sua dimensão global, isto é, abrangendo as capacidades motoras e coordenativas e tiveram também resultados ao nível psicológico, proporcionado o bem-estar, o lazer, o aumento da autoestima, e melhoria do estado global de saúde. 

Grupo 2 – Desenvolvimento Físico – Treino Individualizado

A atividade de desenvolvimento físico tem como resultado o desenvolvimento individual em função das necessidades dos utentes, indo ao encontro do utente, sendo que utiliza maioritariamente estratégias através do treino da força e resistência. Além disso proporciona uma melhoria de movimentos executados diariamente pelos praticantes nas suas tarefas rotineiras. 

Grupo 3 – Desenvolvimento Motor

As atividades do desenvolvimento motor, como jogos pré-desportivos, locomoção motora, circuito motor, tiveram como resultado o desenvolvimento cognitivo, aprendizagem motora e desenvolvimento grupal, pois através destes os utentes interagem para atingir o fim, trabalhando aspetos cognitivos como a concentração, comunicação, além do acrescento do desenvolvimento motor, como correr, saltar, galopar e deslocar. 

2.2 – Tabela de Atividades

Tabela na sequência desta abaixo, inserir quantas linhas necessárias

Grupo da AtividadeNome da AtividadeFrequênciaNº de AtividadesNº de Horas RealizadasNº de Beneficiários diretos
Modalidades AdaptadasGinástica AcrobáticaSemanal (2h)10206
 Futebol Adaptado Semanal(2h)367210
 Boccia Semanal(2h)367222
 Pollybat Semanal(1h)303022
Desenvolvimento Físico – Treino IndividualizadoCircuito FuncionalSemanal(3h)3610822
Desenvolvimento MotorJogos Pré-desportivosSemanal(2h)367235
 Locomoção Motora Semanal(1h)363622
 Circuito MotorSemanal(3h)3610835