Perturbações no desenvolvimento infantil

Por APEXA em

Quando os pais planeiam ter um filho, idealizam o filho ideal e que todo o processo, desde a concepção, gestação e parto decorram dentro do que é esperado. No entanto podem existir situações – antes, durante e após a gravidez – que não estão sobre o nosso controlo e que influenciam o normal desenvolvimento infantil.

E quando se verificam estas alterações no desenvolvimento infantil podem manifestar-se as perturbações no desenvolvimento.  Estas perturbações podem colocar em causa a harmonia da aquisição de conhecimentos e competências.

As alterações e perturbações do desenvolvimento infantil podem ocorrer ao nível cognitivo, sensorial ou motor.

Quando estas perturbações  do desenvolvimento se verificam é aconselhável recorrer a técnicos especializados e/ou equipas de intervenção precoce (se a criança tiver entre os 0-6 anos) posteriormente, a equipa terapêutica irá elaborar um plano de intervenção individual tendo em conta as necessidades da criança e da sua família.

A intervenção terapêutica deve ser feita o mais procece possível. Quanto mais cedo detetada e intervencionada, maior a probabilidade de se atingir melhores resultados no desenvolvimento.

A Importância da Intervenção Terapêutica no Desenvolvimento Infantil

A intervenção terapêutica é fundamental para promover a normalização do desenvolvimento infantil. O que implicará uma melhoria na condição da criança ou até uma recuperação total das funções afetadas.

Os pais têm um papel crucial, considero que pais devem ser sempre coterapeutas, pelo que a sua intervenção é imprescindível para um melhor desenvolvimento do seu filho. Os pais passam mais tempo com os seus filhos, do que nós terapeutas. Por isso, os pais devem estimular as competências dos seus filhos em casa, seguindo as estratégias sugeridas pelos seus terapeutas.

Quais são os sinais que os pais e educadores de infância  devem estar atentos para permitirem um diagnóstico precoce?

Convém os pais estarem atentos aos sinais de alerta para cada idade. Existem sinais que surgem muito cedo no neurodesenvolvimento, como atraso na marcha, atraso na aquisição das primeiras palavras e na comunicação social (apontar, estabelecer contacto ocular, sorrir em resposta ao adulto, etc.).

 Os sinais variam em função da perturbação do desenvolvimento e pode-se referir por exemplo, o caso da perturbação do espectro do autismo, os primeiros sinais poderão ser, o não apontar, o não sorrir em resposta ao adulto, o não estabelecer contacto ocular, a presença de comportamentos estereotipados; no caso da perturbação de linguagem os sinais são a aquisição tardia da linguagem, como o palrar pouco ou não palrar, não dizer palavras aos dois anos de idade, entre outros. Já noutras perturbações do desenvolvimento podem surgir mais tarde, como a PDAH (perturbação de défice de atenção / hiperatividade) e as perturbações da aprendizagem, os sinais também podem surgir mais tarde, mais próximo da idade escolar.

Que tipo de ajuda ou intervenção devem os pais e educadores de infância procurar caso as crianças desenvolvam uma perturbação do desenvolvimento?


O primeiro passo no caso de suspeita de alguma alteração no desenvolvimento das crianças, os pais devem falar sobre as suas preocupações com o seu pediatra, este poderá encaminhar para as Consultas de Especialidade como a Consulta de Neurodesenvolvimento.

Também os educadores de infância podem e devem partilhar com os pais as suas preocupações e solicitar uma avaliação do neurodesenvolvimento.

Caso não vejam as suas preocupações respondidas, não desistam, procurem sempre ajuda.

É de extrema importância que a criança seja observada e avaliada de modo a ser traçado um perfil de funcionalidade que irá permitir iniciar uma intervenção mais ajustada às necessidades de cada criança.

A intervenção poderá ser ao nível da fisioterapia, terapia da fala, terapia ocupacional, psicologia e educação especial. As intervenções poderão ser em apenas uma especialidade ou em várias em função da gravidade do diagnóstico.

Quais são as perturbações do desenvolvimento infantil que existem?

Existe inúmeras perturbações do desenvolvimento infantil, nomeadamente a perturbação do espectro do autismo, perturbações especificas da linguagem, perturbação cognitiva não verbal, perturbações especificas da aprendizagem (dislexia, disgrafia/disortografia e discalculia), perturbação do desenvolvimento da coordenação motora, perturbação de hiperactividade com défice de atenção, perturbação de oposição, perturbação de conduta, entre outras.

 A APEXA dispõe de terapeutas especializados que podem ajudar o seu filho, nas várias áreas do desenvolvimento infantil.

Se necessitar, pode entrar em contacto connosco, podemos ajudar no desenvolvimento do seu filho.

Ana Santinhos | Fisioterapeuta da APEXA