O meu filho vai para o 1º ano – Transições escolares

Por Sílvia Henriqueto em

Estamos na época do regresso às aulas e um dos fatores que mais preocupa os pais são as transições. Estes são processos que acarretam, muitas vezes, stress não só para as crianças, como também para os pais.

Esta semana deixamos algumas dicas a propósito da transição para o 1º ano de escolaridade, isto é, quando as crianças terminam o Ensino Pré-Escolar e ingressam no 1º Ciclo do Ensino Básico.

O que muda?

  • Em alguns casos, há mudança de estabelecimento educativo
  • Em alguns casos a idade das crianças é apenas de 5 anos e noutros já podem ter completado os 7 anos
  • Existe a passagem para um ambiente de aprendizagem mais formal, em que há menos tempo para a brincadeira
  • Existe um aumento gradual da autonomia das crianças
  • Será necessária uma maior planificação das rotinas

Quais as estratégias para facilitar a transição?

  • Transmita uma imagem positiva e de confiança na escola e no professor
  • Ouça o seu filho, as suas questões e transmita-lhe confiança
  • Partilhe com o seu filho como foi a sua entrada para a “escola primária”
  • Incentive a motivação do seu filho pela aprendizagem (por exemplo, se tem o hábito de ler uma história antes de adormecer, diga-lhe que em breve trocam os papéis, e é o seu filho a ler-lhe uma história a si)
  • Não seja demasiado exigente quanto ao desempenho escolar do seu filho
  • Garanta que o seu filho tenha uma boa noite de sono – Entre os 6 e os 13 anos de idade, uma criança deve dormir de 9 a 11 horas de sono

A transição será mais fácil se a família e a escola/professores estiverem envolvidos no processo. Os pais devem estar atentos e gerir as expectativas da criança. Os professores devem adaptar as atividades, de modo a evitar um choque muito grande na criança. É a articulação entre estes dois principais contextos da vida da criança que vai dar segurança ao seu filho nesta nova etapa.