Jogos de relaxamento: O poder do abraço!

Por Cátia Pinto em

Apresentamos um dos mais simples e eficazes métodos de relaxamento: o abraço! A ciência prova que este é um ótimo método para relaxar, aumentar a sensação de bem-estar e reduzir os efeitos prejudiciais do stress.

.

Em artigos passados foram abordados vários jogos de relaxamento para crianças: respiração profunda, relaxamento corporal e pintar mandalas. Agora vamos falar de um método simples mas muito eficaz para relaxar: o abraço.

Que um bom abraço faz bem para a alma todos nós já sabemos, ele transmite-nos calma, bem-estar e afeto. Mas agora a ciência comprova os inúmeros benefícios do abraço.

Um grupo de pesquisadores da Universidade Médica de Viena (Áustria) concluíram que o abraço faz muito bem para a saúde física e mental. Reduz o stresse, o medo, a ansiedade e a pressão arterial. O abraço ainda promove o bem-estar e melhora a memória. Abraçar alguém que gostamos pode reforçar as relações e aumentar a autoestima.

Resultados semelhantes sobre o poder do abraço foram obtidos em um estudo feito pelo departamento de psiquiatria da Universidade da Carolina do Norte (EUA). A pesquisa concluiu que abraçar tem relação com o aumento da qualidade de vida. Durante o abraço, a hormona do stresse (cortisol) desaparece no organismo, o que liberta substâncias para proporcionar conforto e alegria (durante o abraço é libertada oxitocina). Tensões, insónia, sensação de solidão e de medo, podem ser amenizados com a troca de calor entre duas ou mais pessoas. Até a obesidade pode estar relacionada com a falta de abraço: quem está emocionalmente triste tende a comer mais.

Todos estes efeitos positivos devem-se à secreção de oxitocina no organismo. Quando damos um abraço a alguém querido a oxitocina, conhecida como a “hormona do amor”, é libertada na corrente sanguínea das duas pessoas que se abraçam, relaxando o corpo, diminuindo o ritmo cardíaco, a pressão arterial e os níveis de cortisol. A oxitocina influencia as nossas ligações emocionais e comportamento social.

Para além da oxitocina, um abraço também promove a libertação de dopamina, uma hormona que actua como um estimulante, criando uma sensação de prazer no cérebro. Existem também estudos que demonstram que quando abraçamos alguém a libertação de endorfinas também aumenta. As endorfinas são substâncias produzidas pelo cérebro e pelo sistema nervoso, são conhecidas como “narcóticos naturais”, capazes de reduzir a dor e promover a euforia.

Uma pesquisa feita pelo professor de psicologia  Sheldon Cohen, da Carnegie Mellon University, nos Estados Unidos, também comprovou que o abraço protege dos efeitos do stresse, da depressão e da ansiedade.

Um estudo da UK’s Manchester Metropolitan University, em Inglaterra, concluiu que os abraços são curativos, abraços frequentes reforçam o sistema imunológico, aumentando os níveis de hemoglobina no sangue. A hemoglobina é responsável por transportar o oxigênio aos órgãos e tecidos de todo o corpo.

No entanto, segundo os autores do estudo da Universidade Médica de Viena, parece que todos estes benefícios só se verificam quando abraçamos alguém que gostamos, que confiamos ou conhecemos muito bem. Os mesmos autores ressaltam que se o abraço vier de uma pessoa não tão agradável ou estranha pode causar um efeito contrário, já que nessas ocasiões a pessoa pode sentir o seu espaço pessoal violado, e há um aumento dos níveis de cortisol (“hormona do stress”).

Havia muito mais para dizer do abraço, mas de forma sucinta os benefícios do abraço são:

  • Promove prazer.
  • Aumenta a autoestima.
  • Reduz os efeitos do stresse, da depressão e da ansiedade.
  • Reduz a pressão arterial.
  • Reforça a relação emocional.
  • Forma de comunicação, transmite compreensão e empatia.
  • Ajuda compartilhar emoções.
  • Reforça o sistema imunitário.
  • Desenvolve relacionamentos.
  • Transmite calma e tranquilidade.
  • Alivia a dor.
  • Relaxa os músculos.
  • Oferece proteção.
  • Promove a saúde do cérebro e a memória.
  • Fica-se mais feliz!

Assim sugerimos: Dê ou receba um abraço. Abraçar permite inúmeros benefícios. Um abraço de 20 segundos aumenta a sensação de bem-estar e reduz os efeitos físicos prejudiciais do stresse, você e seu filho colherão os benefícios. Abraçar não requer nenhum equipamento especial, basta fazê-lo com o coração, sentir esse abraço.

.

Sabemos que estamos a viver uma época delicada, onde impera o distanciamento social, é uma época que acarreta maiores cuidados no que diz respeito ao contacto físico. Mas que ainda assim é possível abraçar aqueles que nos são próximos. Não se iniba de abraçar aqueles que vivem consigo, seja o seu filho, o seu companheiro, a sua mãe, o seu irmão… O poder do abraço é infinito!