FLAMINGO

O Projeto FLAMINGO tem como Missão prestar apoio a Pessoas com Necessidades Especiais residentes no Concelho de Silves. Seguindo as linhas orientadoras da sua entidade promotora APEXA, pretende dar soluções a estas pessoas, que permitam a sua integração na sociedade e melhorem significativamente a sua qualidade de vida. Após a cedência da Antiga Escola Primária de Vale de Margem à APEXA, pelo Município de Silves, tornou –se bastante claro que o município ansiava por uma resposta social urgente para combater o isolamento social, o desemprego e a falta de ocupação dos munícipes com e sem deficiência. Como tal desde 2013 o projeto FLAMINGO tem sido o epicentro deste trabalho, pois pretende dar apoio às pessoas que vivem em situação de isolamento social e de desfavorecimento, com o intuito de promover uma resposta efetiva às necessidades da população.

Público-Alvo e Áreas de Atuação:

O Público-Alvo deste projeto é toda a comunidade do concelho de Silves, uma vez que só através dela se poderá chegar às pessoas com deficiência residentes nesta área geográfica, identifica-las e sinalizar os seus problemas, bem como dar resposta assim que possível às suas dificuldades de integração na sociedade. O projeto FLAMINGO desenvolve atividades nas áreas de atuação da Formação; Lazer; Cultura; Desporto e Saúde;

Últimas Notícias

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

Clubes “Tertúlias da Tarde”: Esta atividade é realizada no projeto FLAMINGO todas as sextas-feiras à tarde e pretende proporcionar às pessoas do concelho um momento de convívio, com o objetivo de estimular a memória, promover relações interpessoais e participar em diversas dinâmicas de interesse à comunidade. Nos clubes realiza-se diversas atividades na área de lazer, educação, saúde, formação, social e comunitária, através de dinâmicas como artes plásticas, culinária, leitura, escrita, fotografia, jogos lúdicos e educativos, cinema, comédia e expressões corporais. Esta atividade pretende combater o isolamento social e prevenir risco de exclusão social.

– Teatro: Esta atividade de cariz cultural e lúdico pretende todas as sextas-feiras à tarde proporcionar à população um momento de convívio e de partilha, onde desenvolvam competências pessoais, designadamente a autonomia, o saber ser e o saber estar. O clube de teatro apresenta-se como um espaço lúdico e de aprendizagem, com o objetivo de contribuir para a realização pessoal e social, quer dos participantes envolvidos, quer da comunidade em geral. Nesta atividade os utentes ensaiam peças de teatro adaptadas às versões originais, e depois apresentam à comunidade em diversos espaços públicos das freguesias do concelho de Silves. O objetivo do clube de teatro é estimular a capacidade de memorização, desenvolver competências na comunicação com o público e adquirir técnicas de expressão corporal e oral, combatendo o isolamento social e outros problemas associados.

– Desporto Inclusivo: O projecto Flamingo em colaboração com a InSports – APEXA, promove todas as quintas-feiras aulas de exercício físico que visam melhorar a saúde, a aptidão física e o bem-estar dos participantes de uma forma divertida e em grupo. O desporto inclusivo tem como objetivo promover a qualidade de vida da população com ou sem deficiência do concelho de Silves, de forma a combater o sedentarismo e o isolamento social. Sendo tratar-se de uma comunidade mais envelhecida e isolada da zona urbana pretende-se promover hábitos de vida saudável e a prática do exercício físico, desenvolver competências adequadas sobre a alimentação, aumentar e melhorar a resistência e a mobilidade articular.

– Unidade Móvel de Saúde: Desde 2018 que o projeto FLAMINGO em parceria com a Câmara Municipal de Silves recebe o apoio do programa mais próximus saúde, nomeadamente a Unidade móvel. A carrinha de saúde desloca-se quinzenalmente às sextas-feiras à tarde para a Escola Primaria de Vale de Margem. O apoio é especialmente vocacionada para a prevenção, vigilância de saúde e prestação de atos de saúde programados, médicos, de enfermagem e outros, à população com mais dificuldade em se deslocar aos centros de saúde e extensões de saúde do concelho. Esta atividade permitirá melhorar os cuidados de saúde primários e de proximidade das populações mais vulneráveis e residentes em territórios rurais de baixa densidade, assim como garantir a melhoria da qualidade de vida da população.

– Aulas de TIC e de Alfabetização: O projeto FLAMINGO promove aulas individuais de TIC e de alfabetização para toda a comunidade de segunda a sexta-feira. As aulas de TIC consistem em dar ferramentas básicas acerca do funcionamento do computador e da internet, tendo como objetivo diminuir a exclusão digital e permitir que a um maior número possível de pessoas tenham as mesmas possibilidades e condições de acesso às novas tecnologias. Para combater um dos principais problemas causados pelo isolamento e que afeta, principalmente, a população mais idosa- o analfabetismo, realizamos também aulas de alfabetização, de forma a proporcionar as competências básicas do alfabeto a nível da escrita e da oralidade, para que possam compreender e agir criticamente no seu quotidiano. Estas aulas contribuam para a inclusão social destas pessoas, estimulando a autoestima e resgatar conhecimentos que alguns deles tendem a perder ao longo dos anos.

– Terapia Ocupacional: No âmbito das terapias e da estimulação cognitiva têm também sido um dos focos principais do projeto. Ao longo da semana realizamos sessões individuais de terapia ocupacional, que têm como objetivo promover a inclusão social e combater o isolamento social, através do treino e realização de atividades de motricidade fina e Atividades de Vida Diária (AVD´s). Desta forma, permite a melhoria da qualidade vida, e previne ou trata dificuldades físicas e/ou psicossociais, que interfiram no desenvolvimento da pessoa.

– Oficinas Lúdicas: Esta atividade é realizada todas as semanas no projeto Flamingo, que tem como objetivo trocar experiências e conhecimentos entre o grupo, de forma a partilhar aprendizagens. Nas oficinas desenvolve-se diversas atividades, tais como: culinária; cortes e costuras; artes plásticas; jardinagem, etc. As oficinas pretendem promover a participação social da comunidade e a aprendizagem ao longo da vida, contribuir para a melhoria da qualidade de vida, reforçar as relações interpessoais e a ocupação dos tempos livres, e potenciar as capacidades funcionais, físicas e intelectuais.