Como ajudar a criança a recortar?

Por Nicole Palma em

As crianças desenvolvem boas competências de coordenação usando os dedos e as mãos de formas diferentes e desafiantes todos os dias. À medida que manipulam diferentes objetos, desenvolvem padrões de movimentos cada vez mais precisos.

Quanto maior for o reportório de atividades experienciadas pela criança com o uso das suas mãos, mais oportunidades vai ter para alcançar, agarrar e manipular objetos, o que torna os músculos dos seus dedos e mãos mais fortes e refinados.

Força nas mãos, controlo e destreza manual são componentes que vão influenciar a qualidade de execução de uma atividade de motricidade fina. Uma boa consolidação destes componentes vai facilitar a aquisição das competências relacionadas com as tarefas escolares, como segurar corretamente no lápis ou cortar com a tesoura. As capacidades para recortar necessitam de uma maturação longa que requere a prática regular e repetitiva de várias etapas até ao sucesso.

Existem alguns sinais que nos indicam o nível de preparação da criança para as tarefas de tesoura e papel. Para ser capaz de recortar a criança deve conseguir movimentar os seus dedos, mãos e braços de forma coordenada. Recortar é um processo complexo, não é só pegar na tesoura corretamente, a criança deve também ser capaz de usar a mão contralateral (mão que não pega na tesoura) para manter o papel na posição correta.

Se a sua criança se encontra a iniciar as tarefas de recorte, proponho-lhe algumas estratégias que vão facilitar este processo.