Atividades que estimulam a memória #1 Jogo das Diferenças

Por Cátia Évora em

A partir de uma determinada altura da vida, a qualidade de armazenamento de novas informações começa a ser menor. Todavia, este processo natural pode ser retardado com a prática de jogos e exercícios que estimulam a memória. Vejamos os benefícios que traz o jogo das diferenças para a estimulação da memória

Jogo das Diferenças

Este jogo, também conhecido como “o jogo dos 7 erros, é considerado um dos jogos mais eficientes para estimular a memória na terceira idade. Este jogo irá obriga-lo a exercitar a sua perceção e a capacidade de análise ao procurar diferenças entre duas imagens que aparentemente parecem iguais. Existem diversos sites online que disponibilizam este tipo de jogo como, por exemplo: 1001 jogos ou Brincar

Outra forma de encontrar este tipo de jogos é fazer uma pesquisa na rede social Facebook. Através da opção “Jogos”, poderá escrever na área de pesquisa “Diferenças” e aparece-lhe uma diversidade de jogos .

Esse jogo é considerado um dos mais eficientes para estimular o cérebro dos idosos. É preciso ativar a capacidade de percepção e análise ao olhar duas imagens que parecem iguais, com o objetivo de identificar os erros escondidos em pequenos detalhes.

Durante a atividade de reparar erros entre uma imagem e outra, diversas áreas cerebrais são ativadas. As funções cognitivas estão envolvidas neste tipo de atividade, onde o indivíduo ao realizar este tipo de exercício realiza várias aprendizagens implícitas.  Por exemplo:

1) Para identificar os objetos que vê: utiliza o seu lóbulo occipital (em vermelho).

2) Para analisar as relações espaciais entre os objetos que vê: envolve seu occipital e lobo parietal (em verde).

3) Para lembrar o que observa numa imagem e compará-lo com o que vê na outra, necessita de usar a memória de curto prazo: envolvendo seu frontal (em azul) e lobo parietal.

4) Para anotar os locais onde vê a diferença: envolve principalmente o lobo frontal localizado na parte da frente do cérebro (testa), onde o planeamento de ações e movimento, bem como o pensamento abstrato. Nele estão incluídos o córtex motor e o córtex pré-frontal.

Cátia Évora | Educadora Social do Projeto FLAMINGO