A importância do “Tummy Time” nos bebés

Por Nicole Palma em

Médicos e terapeutas revelam que os bebés que passam pouco tempo no chão de barriga para baixo e que ficam demasiado tempo “contidos” nos equipamentos, podem desenvolver complicações motoras, como dificuldades na coordenação, fraqueza muscular, alterações nos padrões de marcha e de movimento.

A criança desenvolve força quando tem oportunidades diárias de ativar e usar os grandes grupos musculares de várias formas. Quando o bebé passa muito tempo no chão, começa a fortalecer-se simplesmente por interagir com o ambiente que o rodeia. Estica-se para chegar a um objeto ou rebola para ganhar outra perspetiva. Só a ação de explorar um ambiente sensorialmente rico, é mais o que suficiente para desenvolver os músculos de forma natural e permitir ao bebé mexer os seus membros livremente.  

Além dos músculos das pernas e dos braços, os músculos do core (barriga e costas) são também necessários para tarefas de motricidade global, situando-se literalmente no centro do corpo da criança. São eles, juntamente com todos os grandes grupos musculares, que dão sustento e apoio para que os músculos mais pequenos dos braços, mãos e dedos possam funcionar de forma eficaz. A criança com pouca força no core normalmente apresenta uma postura descaída, menos resistência e pouco equilíbrio.

A força no core começa a desenvolver-se durante a primeira infância. Se o bebé tiver oportunidades de passar tempo no chão, vai começar a desenvolver os seus músculos do core. É o que acontece quando se proporciona ao bebé “tummy time ” (tempo de barriga para baixo), ou seja, períodos durante o dia que reservamos para colocarmos o bebé de barriga para baixo quando está acordado. Este exercício ajuda-o a aprender a levantar a cabeça e a começar a transferir o seu peso para outras partes do corpo. O bebé pode fazer “tummy time ” desde o dia em que chega a casa da maternidade.

Desta forma, o bebé desenvolve força e estabilidade ao nível da região cervical e coluna vertebral e tem mais possibilidades de exploração do meio ambiente, promovendo a aquisição de competências motoras, sensoriais, cognitivas e da comunicação.

O “tummy time ” permite que o bebé construa e consolide a base para cumprir os marcos motores (rolar, sentar, gatinhar e andar); fortaleça os músculos do core; explore diferentes texturas (cobertores, tapetes, brinquedos); desenvolva a consciência corporal e coordenação visuomotora; aumente as interações e aprendizagens.