17 Dicas para Saber Estudar

Por Sílvia Henriqueto em

As horas finais do dia são, muitas vezes, uma dor de cabeça para os pais, quando se trata de estudar e fazer os trabalhos de casa. Mas não tem de ser sempre assim! Estudar regularmente, fazer os trabalhos de casa e preparar-se para os testes não tem de ser um momento temido pelas crianças e pelos pais e pode, até, tornar-se num momento divertido.

Estejam atentos a estas 17 dicas para promover um estudo eficaz!

#1 – Condições Ambientais

O local onde o seu filho estuda é um elemento fulcral na planificação das suas horas de estudo. O espaço deve ser unicamente para o estudo, e não ser no centro de várias atividades distratoras (como a televisão).

#2 – Motivação para o Estudo

A motivação é aquilo que nos põe em ação. Por isso, estudar sem preocupação e ansiedade é crucial. Os alunos mais motivados sentem maior interesse e curiosidade sobre as matérias em geral, mais entusiasmo e maior confiança.

#3 – Procrastinação

Procrastinar é a necessidade de adiar sucessivamente aquilo que temos para fazer, e sentirmo-nos, simultaneamente, culpados por estarmos a adiar. Garanta que o seu filho faz hoje as tarefas que têm de ser feitas e não permita que ele as adie.

#4 – Definição de objetivos

Se nós não soubermos onde queremos chegar e quais os passos para o conseguirmos, dificilmente chegaremos a algum lado. Nesse sentido, é importante que ajude o seu filho a definir os seus objetivos a curto, médio e longo prazo. Por exemplo: tirar um 5 no final do ano a matemática – quais os objetivos para cada período? E para cada teste?

#5 – Gestão do tempo/ Horário de Estudo

Uma boa gestão do tempo implica registar, controlar e melhorar a utilização do tempo. Por isso, faça com o seu filho o seu horário completo, onde além do período de aulas, coloque também as atividades de lazer e o horário para o estudo.

#6 – Planificação das sessões de estudo

As sessões de estudo não devem ser iguais todos os dias. Nos dias em que o seu filho tem muitas aulas, as sessões de estudo devem ser mais curtas (fazer os tpc’s) e nos dias com poucas aulas as sessões de estudo já devem ser mais longas, com revisões mais aprofundadas e de preparação para os testes.

#7 – Estilos de Aprendizagem

Se somos diferentes, a aprendizagem também ocorre de forma diferente. Se conhecer o estilo de aprendizagem do seu filho, irá conseguir ajudá-lo a encontrar estratégias que o apoiem.

#8 – Tipos de Memória

A memória influencia o processo de aprendizagem, pois permite assimilar e reter uma determinada informação para a sua posterior utilização. No entanto, o seu filho pode memorizar mais facilmente tudo aquilo que ouve, enquanto que outra criança pode memorizar com maior facilidade todas as imagens visuais.

#9 – Eliminar distrações

A concentração é um fator chave para a aprendizagem. Devem eliminar-se todos os fatores distratores externos enquanto se estuda, como por exemplo, o telemóvel.

#10 – Fazer apontamentos

Os apontamentos são uma ferramenta importante no momento de estudar. Explore com o seu filho as várias hipóteses que pode fazer (sublinhar, criar mnemónicas, fazer resumos, realizar exercícios práticos…).

#11 – Preparação para os testes

Antes do teste, é importante fazer um plano de estudo, distribuindo as matérias a estudar pelos dias disponíveis. É essencial que se estude com antecedência e na véspera não se deve ficar a estudar até tarde

#12 – Fazer um trabalho escrito

Um trabalho escrito, geralmente, segue uma ordem pré-estabelecida. Mostre ao seu filho as partes que compõem um trabalho escrito e incentive-o a pesquisar, antecipadamente, informações sobre o tema do trabalho.

#13 – Apresentação oral de um trabalho

Muitas crianças e jovens sentem-se muito ansiosos quando têm de apresentar um trabalho em frente a toda a turma. Ajude o seu filho a sentir-se mais confiante e diga-lhe para treinar, primeiramente, em frente a um espelho e, de seguida, para a família.

#14 – Alimentação Saudável

É fundamental que o seu filho mantenha um estilo de vida saudável. Garantir uma alimentação equilibrada, rica e variada, evitando açúcares e gorduras.

#15 – Exercício Físico

O exercício físico de forma regular e moderada é, também, um dos pilares para “corpo são, mente sã”. As crianças e jovens devem dedicar algumas das suas horas semanais a um desporto que gostem.

#16 – Sono Saudável

Dormir bem é tão importante para a saúde como comer, beber e respirar. Estabeleça com o seu filho uma rotina do sono e garanta que ele está a dormir o suficiente para a sua idade.

#17 – Gestão do stress

Em momentos de stress e tensões, o relaxamento permite revigorar o seu filho física, mental e emocionalmente.

Lembrem-se, para fazer render o tempo, é preciso aprender a programar as atividades pessoais e escolares!